O que é poliuretano?

Das rodinhas de skate a volantes de carro, de sinos de mergulho a telhas isotérmicas, de colchões a caminhões frigoríficos. Você sabe o que estes objetos têm em comum?  Todos eles são feitos à base de poliuretano, um polímero utilizado na fabricação de espumas rígidas ou flexíveis e, portanto, extremamente versátil para uma diversidade de aplicações na indústria.

Também conhecido como PUR ou PU, o poliuretano é formado pela reação de adição entre um isocianato, que contém o grupo [-N=C=O], e um composto com o grupo -OH (hidroxila). Seu nome decorre da junção do prefixo poli, que indica a ideia de muitos, com a palavra uretano, elemento base de sua composição. Assim, “vários uretanos” formam o poliuretano.

Cálculo

O cálculo mais importante para fabricação de poliuretano é a determinação do índice de isocianato, no qual:

(I) é a quantidade de TDI requerido

(OH) é o número de Hidroxila do Poliol + aditivos reagentes

(A) é a quantidade em partes de Água

Versatilidade para a indústria

O poliuretano é empregado na fabricação de produtos com características e finalidades distintas, como alternativa a materiais comumente utilizados. Seja qual for a aplicação, o pu tem um processo produtivo simplificado, ajustado à estrutura e método de cada empresa, e por isso mais eficiente e competitivo.

Outra vantagem é o alto valor agregado, já que com o poliuretano é possível obter um produto com as características exatas desejadas pelo fabricante e, por conseguinte, pelo público por ele atendido.  Isto é possível a partir de alterações na sua formulação, resultando em diferentes densidades e durezas.

Quais são os principais mercados atendidos?

Automotivo, cadeia do frio, calçadista, construção civil, moveleiro e industrial são os segmentos que mais se utilizam do polímero. Uma das principais características do poliuretano e utilização no mercado é para criação de espumas, que variam de acordo com o tipo de aplicação, necessidade e formulações. As mais comuns são:

Espumas flexíveis

Espumas Rígidas

Espumas Semirrígidas

Espumas moldadas

Além destes, o pu é base para a fabricação de adesivos, aditivos e géis que são usados na fabricação das próprias espumas.

poliuretano

O poliuretano é uma tecnologia que vem sendo desenvolvida desde o seu surgimento, em 1937, fruto de contínuas pesquisas e inovações, que ampliaram as possibilidades de aplicação. Tudo isso para atender as diferentes necessidades da indústria, com melhor custo-benefício e, assim, ampliar a competitividade e qualidade dos produtos.

Preencha o campo "Você é"!