Novo aditivo POL 7031 ajuda a melhorar o grau de dureza das espumas flexíveis

Um consumidor cada vez mais exigente e o surgimento de novas tecnologias têm tornado o mercado moveleiro cada vez mais competitivo. Para atender às necessidades dos consumidores finais e oferecer produtos com elevado nível de conforto e durabilidade, a indústria moveleira tem buscado alternativas para a produção de espumas mais resistentes, com maior dureza – porém, sem perder resiliência. Além disso, as espumas precisam atender às especificações legais do segmento.

Porém, o atual mercado de tecnologias de espumas flexíveis é carente de tais características. Para possibilitar a produção de espumas de poliuretano (PU) com maior dureza sem perder as propriedades físicas, como boa resiliência, a Flexível desenvolveu o Flexx® POL 7031, solução que ajuda a melhorar o grau de dureza das espumas flexíveis.

Continue lendo e entenda mais sobre esse lançamento, que traz grandes vantagens para o mercado moveleiro!

 

Flexx® POL 7031: para espumas com maior dureza e alto grau de resiliência

A fabricação de espumas de poliuretano é simples e não demanda de grandes processos, entretanto, é preciso estar atento à formulação para que a espuma apresente boas propriedades físicas e atenda às exigências do setor moveleiro. Dependendo das condições em que se realiza a reação, essa espuma pode ser mais macia ou mais dura, variando de acordo com a finalidade da sua utilização.

Espumas, para serem aplicadas em assentos, estofados e colchões, por exemplo, exigem condições específicas. Entre essas condições, muitas vezes encontramos a dureza. Entretanto, ao aumentar a dureza da espuma adicionando copolímero, tradicional solução utilizada pelo mercado até então, corre-se o risco de perder resiliência, isso porque há um ganho de massa na espuma – ou seja, quanto maior for a adição de copolímero, mais as propriedades físicas da espuma serão prejudicadas. Foi pensando em facilitar esse processo e melhorar tais propriedades que a Flexível desenvolveu o Flexx® POL 7031.

O Flexx® POL 7031 é um poliol formulado que pode ser utilizado em partes dentro da formulação da espuma. Adicionando o POL 7031, a quantidade de copolímero pode ser reduzida. Dessa forma, o fabricante obtém uma espuma com maior dureza e alto grau de resiliência, com a melhor performance para a necessidade de aplicação.

 

 

Resiliência: entenda mais sobre essa importante propriedade na produção de espumas

Além de apresentar boa dureza – propriedade que contribui com sua durabilidade – a espuma de poliuretano também deve apresentar alto grau de flexibilidade e compressibilidade para algumas aplicações. Dessa forma, ela pode ser compactada por longos períodos de tempo a até 90% de seu tamanho normal e depois retornar a sua forma original, sem sofrer deformações – o que chamamos de resiliência.

Quer saber mais sobre as principais propriedades físicas das espumas flexíveis de PU? Confira nosso blog: Como melhorar a propriedade física da espuma? 

 

Confira as principais propriedades típicas físicas do Flexx® POL 7031:

 

 

*Teste realizado em espuma de densidade 26.

Como pode ser observado no teste acima, com o uso do Flexx® POL 7031 é possível ganhar suporte (força de identação com resultado de 172) e ter um menor impacto na deformação permanente, sem perder resiliência.

 

Sugestões de formulações

 

 

Quer saber mais sobre esse lançamento? Entre em contato com a nossa equipe: +55 47 3270 1900.

Preencha o campo "Você é"!